Política

STF marca julgamento sobre exclusão de Weintraub de inquérito das fake news

Habeas corpus deve ser levado ao plenário no próximo dia 12

[STF marca julgamento sobre exclusão de Weintraub de inquérito das fake news]
Foto : José Cruz/Agência Brasil

Por Luciana Freire no dia 01 de Junho de 2020 ⋅ 17:20

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve analisar a partir do próximo dia 12, o pedido de habeas corpus para que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, seja excluído do inquérito que apura ofensas contra ministros da Corte e disseminação de fake news.

O ministro relator, Edson Fachin, liberou o pedido para julgamento em plenário. No plenário virtual, os ministros têm seis dias para apresentarem seus votos no sistema eletrônico do STF. Caso algum dos ministros solicite "destaque", o caso é puxado para análise no plenário físico.

O ministro da Justiça, André Mendonça, apresentou o habeas corpus após vir a público que Weintraub defendeu a prisão de ministros do STF e os chamou de "vagabundos" na reunião ministerial de 22 de abril. Além de Weintraub, a ação pede que "todos aqueles que tenham sido objeto de diligências e constrições" no inquérito das fake news sejam beneficiados.

Notícias relacionadas