Política

Weintraub se nega a responder perguntas da PF e entrega depoimento por escrito

O ministro da Educação se manifestou nas redes sociais defendendo sua "liberdade de expressão", horas antes de ter que ir à PF prestar depoimento na tarde desta quinta (4)

[Weintraub se nega a responder perguntas da PF e entrega depoimento por escrito]
Foto : Gabriel Jabur / MEC

Por Luciana Freire no dia 04 de Junho de 2020 ⋅ 21:30

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, compareceu à sede da Polícia Federal na tarde de hoje (4) para prestar depoimento sobre a acusação de racismo em uma manifestação sobre chineses. O ministro se negou a responder às perguntas da PF e entregou suas declarações por escrito. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo.

O inquérito tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), sob relatoria do ministro Celso de Mello, e foi aberto a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). 

Weintraub fez hoje uma postagem em rede social defendendo sua "liberdade de expressão", horas antes de ter que ir à PF prestar depoimento. 

"Enriquecimento ilícito, servidor público bilionário e roubar o dinheiro do cidadão, do pagador de impostos, deveria ser o principal crime a constar na Lei de Segurança Nacional. A LIBERDADE de expressão não pode ser violada, sob nenhum pretexto", escreveu o ministro. 

Notícias relacionadas