Política

Assembleia do Rio inicia análise de denúncia pedindo impeachment de Witzel

Nomes do presidente, relator e outras funções serão definidos nesta quinta-feira

[Assembleia do Rio inicia análise de denúncia pedindo impeachment de Witzel]
Foto : Carlos Magno/Governo do Rio

Por Matheus Simoni no dia 18 de Junho de 2020 ⋅ 07:20

A Comissão Especial da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), responsável por elaborar parecer sobre o pedido do impeachment do governador Wilson Witzel (PSC), se reúne pela primeira vez hoje (18). O encontro para instalação da comissão, marcado para as 13h, será presencial, de acordo com a assessoria da Alerj. Os nomes do presidente, relator e outras funções serão definidos nesta quinta-feira.

Em seguida, uma cópia do processo será encaminhada ao governador, que terá um prazo de até 10 sessões legislativas para apresentar a defesa. O pedido foi aceito pelos deputados da Alerj, após ação dos deputados Luiz Paulo e Lucinha, ambos do PSDB.

Entre os argumentos que acusam Witzel de crime de responsabilidade, estão improbidade administrativa pelo mau uso de dinheiro público, conforme despacho do Superior Tribunal de Justiça (STJ) na Operação Placebo, e os fatos ligados à Operação Favorito, que apura desvios em contratos na área da saúde envolvendo organizações sociais. 

Notícias relacionadas