Política

Sara Giromini deixa cadeia e terá que usar tornozeleira eletrônica

Ela terá que e cumprir outras medidas cautelares, como não manter contato com outros investigados

[Sara Giromini deixa cadeia e terá que usar tornozeleira eletrônica]
Foto : Geraldo Magela/Agência Senado

Por Alexandre Galvão no dia 24 de Junho de 2020 ⋅ 16:46

A extremista Sara Giromini, que comandou o grupo "300 pelo Brasil", autor de atos contra o Supremo Tribunal Federal, deixará hoje (24) a prisão. 

De acordo com a decisão do ministro Alexandre de Moraes, que comanda o inquérito das fake news no STF, ela terá que usar tornozeleira eletrônica e cumprir outras medidas cautelares, como não manter contato com outros investigados.

Notícias relacionadas