Política

Celso de Mello prorroga inquérito que apura interferências de Bolsonaro na PF

Prolongamento, pedido pela própria Polícia Federal, tem prazo de 30 dias

[Celso de Mello prorroga inquérito que apura interferências de Bolsonaro na PF]
Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

Por Lara Curcino no dia 02 de Julho de 2020 ⋅ 06:56

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), prorrogou por mais 30 dias o inquérito que investiga o presidente Jair Bolsonaro por supostas tentativas de interferir na Polícia Federal. O despacho foi assinado ontem (1º). 

A decisão do decano da Corte foi tomada por solicitação da própria PF, que alegou necessidade de explorar outros aspectos da apuração, inclusive ouvir Bolsonaro sobre o caso, o que ainda não foi feito. 

O pedido para prolongamento do inquérito foi enviado ao STF no final de maio por Christiane Correa Machado, chefe do Serviço de Inquéritos da Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado da PF, que conduz a investigação. 

Notícias relacionadas

[Governador do Mato Grosso é internado em SP com pneumonia]
Política

Governador do Mato Grosso é internado em SP com pneumonia

Por João Brandão no dia 02 de Agosto de 2020 ⋅ 19:00 em Política

Mauro Mendes começou a se sentir mal após uma reunião de trabalho e então procurou atendimento com o médico que o acompanha desde o transplante de rim