Quarta-feira, 01 de dezembro de 2021

Política

Celso de Mello prorroga inquérito que apura interferências de Bolsonaro na PF

Prolongamento, pedido pela própria Polícia Federal, tem prazo de 30 dias

Celso de Mello prorroga inquérito que apura interferências de Bolsonaro na PF

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Por: Lara Curcino no dia 02 de julho de 2020 às 06:56

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), prorrogou por mais 30 dias o inquérito que investiga o presidente Jair Bolsonaro por supostas tentativas de interferir na Polícia Federal. O despacho foi assinado ontem (1º). 

A decisão do decano da Corte foi tomada por solicitação da própria PF, que alegou necessidade de explorar outros aspectos da apuração, inclusive ouvir Bolsonaro sobre o caso, o que ainda não foi feito. 

O pedido para prolongamento do inquérito foi enviado ao STF no final de maio por Christiane Correa Machado, chefe do Serviço de Inquéritos da Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado da PF, que conduz a investigação. 

Celso de Mello prorroga inquérito que apura interferências de Bolsonaro na PF - Metro 1