Política

Assessor de Bolsonaro é identificado como administrador de páginas de fake news removidas no Facebook

Tercio Arnaud Tomaz trabalha no Planalto, em sala próxima à do presidente

[Assessor de Bolsonaro é identificado como administrador de páginas de fake news removidas no Facebook]
Foto : Reprodução/Facebook

Por Metro1 no dia 09 de Julho de 2020 ⋅ 07:11

Tercio Arnaud Tomaz, assessor do presidente Jair Bolsonaro, foi identificado como administrador de algumas das páginas removidas ontem (8) pelo Facebook na investigação que resultou na derrubada de uma rede de contas falsas relacionadas ao PSL e a gabinetes da família do chefe do Executivo. 

A investigação do Atlantic Council’s Digital Forensic Research Lab, que realiza análises desde 2018 no Facebook de remoções feitas pela rede social por comportamento inautêntico coordenado. As exclusões de posts foram feitas também no Instagram. 

Tomaz foi o único responsável pelos perfis identificado na investigação que trabalha diretamente com Bolsonaro. Ele chegou a administrar as redes sociais do presidente, quando ainda era candidato, em 2018. Também já trabalhou com o vereador Carlos Bolsonaro e hoje trabalha no Palácio do Planalto, em sala próxima à do chefe do Executivo tem um salário de R$ 14 mil por mês.

Notícias relacionadas