Política

Maia afirma que reforma tributária da Câmara tem apoio de governadores e prefeitos

A PEC 45 substitui cinco impostos que incidem sobre o consumo por apenas um, chamado de IBS. Já a CBS proposta pelo governo sugere apenas a unificação de PIS e Cofins

[Maia afirma que reforma tributária da Câmara tem apoio de governadores e prefeitos]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Kamille Martinho no dia 06 de Agosto de 2020 ⋅ 16:40

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou hoje (6) que governadores e prefeitos –exceto os das capitais– são a favor da aprovação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) de reforma tributária, que tramita na Câmara.

“Segunda-feira estive com a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), que fez críticas à CBS, mas apresentou propostas e disse que apoiava a PEC 45. Os governadores estão caminhando para aprovar-la. Os prefeitos quase todos, tirando os das capitais, querem a PEC 45. Acho que a crise é uma boa oportunidade pra gente conseguir enfim avançar no debate da reforma tributária", disse durante debate com empresários do setor de infraestrutura promovido pela Abdib (Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base).

A PEC 45 substitui cinco impostos que incidem sobre o consumo (ICMS, PIS, Cofins, ISS e IPI) por apenas um, chamado de IBS (Imposto sobre Bens e Serviços). Já a CBS proposta pelo governo sugere apenas a unificação de PIS e Cofins.

Notícias relacionadas