Política

Benito desiste de tomar PTB em Feira e partido fica sem coligação ‘oficial’

Comandante do PTB no país, o ex-deputado Roberto Jefferson afirmou publicamente que não quer coligações com o DEM

[Benito desiste de tomar PTB em Feira e partido fica sem coligação ‘oficial’]
Foto : Gustavo Lima/Agência Câmara

Por Alexandre Galvão no dia 23 de Setembro de 2020 ⋅ 12:02

Presidente estadual do PTB e ex-deputado, Benito Gama desistiu de tomar o comando da legenda em Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia. A desistência da ação foi publicada hoje no Tribunal Regional Eleitoral do estado e tem relação com a briga entre a executiva nacional e estadual da legenda.

Comandante do PTB no país, o ex-deputado Roberto Jefferson afirmou publicamente que não quer coligações com o DEM, presidido pelo prefeito da capital, ACM Neto (DEM). Com isso, segundo Benito, a legenda apoiará “informalmente” o candidato do DEM em Feira, Colbert Martins, que tentará a reeleição. 

Contatado pelo Metro1, o ex-parlamentar disse, no entanto, que a legenda lançará 25 nomes ao Legislativo da cidade. 

Briga em Salvador – O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) acatou o pedido do ex-deputado e presidente estadual do PTB, Benito Gama, e suspendeu o ato do líder nacional da sigla, Roberto Jefferson, que tinha ordenado a dissolução do diretório na Bahia.

Benito Gama alegou que o ato havia sido autorizado pelo próprio Roberto Jefferson, que recentemente fez duras críticas a ACM Neto, presidente nacional do DEM e prefeito de Salvador. Jefferson chegou a anular a convenção que selou o apoio da legenda.

Com a decisão do juiz José Batista Santana Júnior, o PTB baiano mantém as convenções e a coligação com a chapa formada por Bruno Reis (DEM) e Ana Paula Matos, assim como os vereadores na capital baiana.

Notícias relacionadas