Política

Covid-19: Governador do Amazonas nega segunda onda e negocia 100 mil testes com Saúde

Objetivo é aumentar a capacidade de realização diária de exames para a covid-19, de mil testes por dia para 3 mil

[Covid-19: Governador do Amazonas nega segunda onda e negocia 100 mil testes com Saúde]
Foto : Divulgação

Por Luciana Freire no dia 28 de Setembro de 2020 ⋅ 20:30

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), negocia com o Ministério da Saúde o fornecimento 100 mil exames do tipo RT-PCR para aumentar a capacidade de realização diária de exames para a covid-19, de mil testes por dia para 3 mil. Lima nega que o Amazonas viva uma segunda onda da doença.

"Tivemos um aumento para nove mortes por dia nas últimas semanas e estabelecemos medidas restritivas, mas isso não significa uma nova onda com aquilo tudo que vivemos, como contêineres frigoríficos nos hospitais e pessoas enterradas em valas comuns", disse o governador.

Lima foi a Brasília hoje (28) para se reunir com o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Correia Medeiros e discutir o fornecimento dos exames. O objetivo do governo é que, com esses resultados, o Amazonas consiga ter mais informações sobre os infectados pela covid-19 diante do aumento de casos vivido pelo Estado nas últimas semanas. 

Leia mais:

Estudo preliminar sugere que Manaus pode ter alcançado imunidade de rebanho contra a Covid-19

Notícias relacionadas