Saúde

Índice de infestação do Aedes Aegypti aumenta em Salvador

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, de cada 100 imóveis visitados pelos agentes, cerca de 3 apresentaram focos do mosquito

[Índice de infestação do Aedes Aegypti aumenta em Salvador]
Foto : Marcos Santos/Jornal da USP

Por Juliana Rodrigues no dia 08 de Maio de 2019 ⋅ 07:20

Um levantamento divulgado ontem (7) pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) apontou que o índice de infestação predial do Aedes Aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya, aumentou de 1,9% para 2,7% entre janeiro e maio.

Segundo o Levantamento de Índice Rápido para Aedes Aegypti (LIRAa), de cada 100 imóveis visitados pelos agentes, cerca de 3 apresentaram focos do mosquito.

O estudo ainda registra aumento no número de áreas de risco, de 16 para 41 bairros. O maior índice de infestação foi no bairro de Fazenda Coutos, com 7,4% do total de imóveis. Já o menor indicador foi registrado na Engomadeira, com 0,4%, o que significa que a região tem baixo risco de epidemia da doença.

Notícias relacionadas

[Gripe mata mais uma pessoa e mortes chegam a 6 em Salvador ]
Saúde

Gripe mata mais uma pessoa e mortes chegam a 6 em Salvador 

Por Alexandre Galvão no dia 17 de Maio de 2019 ⋅ 15:40 em Saúde

Neste sábado (4), das 8h às 17 horas, a Secretaria Municipal da Saúde promove um novo Dia D de vacinação contra gripe quando 189 pontos de imunização entre postos de saúd...