Bahia

Devido à estiagem, 40 cidades baianas estão com racionamento de água

A longa estiagem fez com que 40 cidades baianas entrassem em regime de racionamento de água. De acordo com a Embasa, que falou ao portal G1, o número é dez vezes maior do que o total registrado em fevereiro deste ano. [Leia mais...]

[Devido à estiagem, 40 cidades baianas estão com racionamento de água]
Foto : Tony Winston/ Agência Brasília

Por Laura Lorenzo no dia 22 de Setembro de 2017 ⋅ 14:56

A longa estiagem fez com que 40 cidades baianas entrassem em regime de racionamento de água. De acordo com a Embasa, que falou ao portal G1, o número é dez vezes maior do que o total registrado em fevereiro deste ano.

Estão na lista as seguintes cidades: Andorinha, Bonito, Brotas de Macaúbas, Caldeirão Grande, Candeal, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Conde, Entre Rios, Esplanada, Filadélfia, Gavião, Gentio do Ouro, Ibitiara, Ichu, Itiúba, Jaguarari, Jandaíra, Lajedinho, Mairi, Morro do Chapéu, Mundo Novo, Nova Fátima, Novo Horizonte, Pé de Serra, Pintadas, Ponto Novo, Queimadas, Quixabeira, Riachão do Jacuípe, Santaluz, São Domingos, São José do Jacuípe, Seabra, Senhor do Bonfim, Serrolândia, Valente, Várzea do Poço, Várzea Nova e Wagner, além da localidade de Várzea do Meio (distrito de Várzea da Roça).

Os municípios de Queimadas e Santaluz, que aparecem na lista, já estavam em racionamento no mês de fevereiro, o que totaliza mais de sete meses com racionamento. Vitória da Conquista e Belo Campo, que estavam em racionamento, tiveram o racionamento encerrado em julho.

Notícias relacionadas