METROPOLE

Sábado, 15 de maio de 2021

Bahia

Entidades ambientais protestam contra exploração de blocos de petróleo em Abrolhos

Ambientalistas acreditam que autorização do Ibama para incluir blocos na rodada de licitação foi feita à revelia da área técnica do instituto

Entidades ambientais protestam contra exploração de blocos de petróleo em Abrolhos

Foto: Reprodução TV Globo

Por: Kamille Martinho no dia 10 de abril de 2019 às 18:00

Entidades de proteção ambiental protestaram hoje (10) contra a licitação de blocos para a exploração e produção de petróleo na região de Abrolhos, na Bahia.

Serão oferecidos ao mercado 36 blocos em cinco bacias: Camamu Almeida, Campos, Jacuípe, Pernambuco-Paraíba e Santos. Destes, sete blocos estão em região de risco ambiental. No total, os blocos têm arrecadação de R$ 3,2 bilhões.

De acordo com os ambientalistas, a autorização do Ibama que incluiu os blocos na rodada de licitação foi feita à revelia da área técnica do instituto. “O Ibama foi contrariado. Foi uma decisão puramente política, e não técnica”, disse o gestor ambiental do Instituto Arayara, Renan Andrade.

O subprocurador geral de exploração e produção da ANP, Artur Watt Neto, ressaltou que a autorização do Ibama para incluir blocos na licitação não é considerada uma licença prévia.

TV METRO

Entrevistas

Alice Portugal

Em 14 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Entidades ambientais protestam contra exploração de blocos de petróleo em Abrolhos - Metro 1