Bahia

Bahia tem primeira morte de indígena por covid-19

Índio idoso foi contaminado durante internação em hospital de Ilhéus, no Sul do estado

[Bahia tem primeira morte de indígena por covid-19]
Foto : Divulgação / Sesab

Por Metro1 no dia 31 de Maio de 2020 ⋅ 12:30

O Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígenas da Bahia (Mupoiba) comunicou ontem (30) a morte por covid-19 de um índio idoso da terra indígena Tupinambá de Olivença, no Sul da Bahia. A informação é do jornal Correio.

Ele esteve internado no Hospital da Costa do Cacau, em Ilhéus, entre os dias 28 de abril a 7 de maio, período em que a unidade passou por surto de contaminação da doença. A morte foi registrada no dia 17 de maio.

O movimento afirma que o idoso estava internado por problemas neurológicos e pode ter contraído a covid-19 no hospital. Quando ainda não havia confirmação da morte pela doença, o Mupoiba havia informado que familiares da vítima seriam testados e alguns foram confirmados.

A morte do paciente foi confirmada pela secretaria de Saúde do município. O secretário Geraldo Magela explicou ao Correio que o índio deu entrada no hospital com quadro de derrame cerebral e contraiu a doença durante a internação

A prefeitura, junto com a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) do Ministério da Saúde, determinou a testagem de cerca de 60 pessoas ligadas ao índio, entre acompanhantes, visitantes e outros indivíduos que tiveram contato direto. O idoso morava no complexo das Aldeias Acuípe.

Até o momento, o Mupoíba e a Associação Nacional de Ação Indigenista (Anaí) contabilizam 17 casos de contaminação por coronavírus em terras indígenas na Bahia, sendo nove casos na Terra Tupinambá de Olivença, distrito de Ilhéus, e oito casos na Terra Pataxó da Coroa Vermelha, em Santa Cruz Cabrália.

Notícias relacionadas