Brasil

Arma na casa de Flordelis foi usada para matar pastor, diz Polícia Civil

Assassinato cometido em Niterói completou um mês ontem (16)

[Arma na casa de Flordelis foi usada para matar pastor, diz Polícia Civil]
Foto : Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Por Catarina Lopes no dia 17 de Julho de 2019 ⋅ 20:30

O Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), da Secretaria de Polícia Civil do Rio de Janeiro, confirmou que a arma encontrada na casa da deputada Flordelis (PSD), após a morte de seu marido, o pastor Anderson do Carmo, foi usada no crime. Ele foi morto no dia 16 de junho após chegar em casa, em Niterói.

Durante depoimento, o filho biológico da deputada, Flávio, confessou ter dado seis tiros no pastor. Ele e seu irmão adotivo, Lucas, estão presos temporariamente na Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG). O prazo da prisão temporária dos dois termina esta semana e pode ser renovado por mais um mês.

Notícias relacionadas