Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Ministro Luís Roberto Barroso assume Presidência do TSE nesta segunda

Cerimônia de posse será realizada de forma virtual, pela primeira vez na história da Corte

[Ministro Luís Roberto Barroso assume Presidência do TSE nesta segunda]
Foto : Ascom TSE

Por Juliana Rodrigues no dia 25 de Maio de 2020 ⋅ 11:00

Os ministros Luís Roberto Barroso e Luiz Edson Fachin tomam posse hoje (25), às 17h, como presidente e vice-presidente, respectivamente, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A nova gestão comandará o Tribunal até fevereiro de 2022, quando se encerrará o segundo biênio do ministro Barroso como membro da Corte Eleitoral.

Em razão das medidas de distanciamento social devido à pandemia provocada pelo coronavírus, o evento será realizado, pela primeira vez, com uma mesa virtual de autoridades. Somente estarão presencialmente no Plenário do TSE a atual presidente da Corte, ministra Rosa Weber; os ministros Barroso e Fachin, que assumirão seus cargos; e o ministro Luis Felipe Salomão, escolhido para dar as boas-vindas ao novo presidente, em nome da Corte.

Segundo o TSE, todos os cuidados necessários serão tomados para garantir a segurança dos presentes e respeitar as medidas sanitárias. Os ministros estarão a mais de dois metros de distância um do outro e adotarão as recomendações para proteção de todos, sem a participação de convidados e plateia.

Os demais ministros que compõem o TSE e as autoridades que tradicionalmente estariam na mesa de honra participarão da solenidade de forma virtual. Foram convidados o presidente da República, Jair Bolsonaro, e os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, que deverá ser representado pelo vice-presidente daquela Corte, ministro Luiz Fux.

A mesa virtual também será composta pelo procurador-geral Eleitoral, Augusto Aras, e o presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz.

Notícias relacionadas