Cidade

Em reforma, Aeroporto de Salvador terá suspensão parcial de energia elétrica; veja áreas afetadas

Segundo a Vinci Airports, que administra o aeroporto, os serviços serão realizados prioritariamente entre 6h e 8h

[Em reforma, Aeroporto de Salvador terá suspensão parcial de energia elétrica; veja áreas afetadas]
Foto : Divulgação/Vinci Airports

Por Juliana Rodrigues no dia 17 de Julho de 2019 ⋅ 12:20

Como parte dos trabalhos de renovação e adequação do sistema elétrico, o Aeroporto de Salvador passa por uma série de intervenções na infraestrutura de distribuição de energia. Os trabalhos tiveram início hoje (17), com impacto nas áreas de desembarque e boxes de táxi, e vão até a próxima quarta (24).

Segundo a Vinci Airports, que administra o aeroporto, os serviços serão realizados prioritariamente entre 6h e 8h, quando o fluxo de pessoas é menor, para minimizar possíveis impactos aos passageiros.

Durante os trabalhos, o fornecimento de energia será suspenso parcialmente nas seguintes áreas:

  • 19/7 (sexta-feira), das 6h às 8h
    • Equipamentos impactados: escada rolante e elevador panorâmico que ligam o térreo à área de check-in no primeiro pavimento.
  • 22/7 (segunda-feira), das 6h às 8h
    • Áreas impactadas: Lotérica, escadas rolantes que ligam o térreo ao primeiro pavimento, banheiros e iluminação (parcial) da área térrea.
  • 24/7 (quarta-feira), das 6h às 8h
    • Áreas e equipamentos impactados: Lojas da praça de alimentação (exceto Empanadas Shalom, Bob’s e Pastelo), escada rolante que liga o primeiro ao segundo pavimento, elevadores que vão do térreo ao primeiro pavimento, balcões de vendas das companhias aéreas, loja do Projeto Tamar e da Protect Bag, no primeiro pavimento, e banheiros próximos ao embarque internacional. A iluminação da área das mesas da praça será parcialmente afetada.

Ainda segundo a Vinci, novas datas de intervenções serão divulgadas em breve. Em nota, a concessionária afirmou que "os transtornos são temporários, mas necessários para a modernização da estrutura do terminal".

Notícias relacionadas