Economia

Temendo desaceleração, bolsas asiáticas começam a semana no vermelho

Preocupadas com a desaceleração da economia chinesa, as bolsas de valores asiáticas começaram esta segunda-feira (24) em baixa. A tentativa das autoridades de tranquilizar os investidores não foi suficiente. Xangai lidera o ranking da desaceleração [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reuters

Por Gabriel Nascimento no dia 24 de Agosto de 2015 ⋅ 07:00

Preocupadas com a desaceleração da economia chinesa, as bolsas de valores asiáticas começaram esta segunda-feira (24) em baixa. A tentativa das autoridades de tranquilizar os investidores não foi suficiente. Xangai lidera o ranking da desaceleração. O índice da bolsa caiu 8,49%, a 3.209,91 pontos, depois de perder 9% durante a sessão. A bolsa de Shenzhen, a segunda maior da China, registrou queda de 7,70%, a 1.882,46 pontos. Tóquio registrou baixa de 4,61%. O índice Nikkei perdeu 895,15 pontos, a 18.540,68 unidades. A bolsa de Sydney perdeu 4,09%, o menor nível em dois anos. Taiwan perdeu 4,84% e Seul 2,47%.

Apesar da decisão anunciada na véspera pelo governo chinês de permitir aos fundos de pensões do país investir até um máximo de 30% de seus ativos na bolsa, as bolsas chinesas e de Hong Kong, começaram esta semana no negativo. De acordo com cálculos oficiais, a medida, tomada após grandes perdas nos pregões asiáticos, durante a última semana, poderia representar a entrada nos mercados de valores do país e até 2 trilhões de iuanes (US$ 328 bilhões).

Notícias relacionadas

[Bahia fecha 2,2 mil postos de trabalho em julho]
Economia

Bahia fecha 2,2 mil postos de trabalho em julho

Por Juliana Rodrigues no dia 23 de Agosto de 2019 ⋅ 14:00 em Economia

Setor agropecuário foi o principal responsável pelo resultado negativo, segundo dados divulgados pelo Ministério da Economia

[Brasil cria 43,8 mil vagas de emprego formal em julho]
Economia

Brasil cria 43,8 mil vagas de emprego formal em julho

Por Juliana Rodrigues no dia 23 de Agosto de 2019 ⋅ 13:40 em Economia

Dados divulgados hoje pelo Ministério da Economia mostram que o maior contingente de vagas foi gerado pelo setor de Construção Civil, que abriu 18.721 postos formais

[Caixa e BB iniciam pagamento de cotas do PIS/Pasep]
Economia

Caixa e BB iniciam pagamento de cotas do PIS/Pasep

Por Metro1 no dia 19 de Agosto de 2019 ⋅ 17:20 em Economia

Mais de 11 milhões de beneficiários terão acesso ao benefício, pago a quem trabalhou com carteira assinada entre 1971 e 4 de outubro de 1988

[PIS/Pasep é liberado para os nascidos em agosto]
Economia

PIS/Pasep é liberado para os nascidos em agosto

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Agosto de 2019 ⋅ 12:40 em Economia

No caso do PIS, valor total disponibilizado para os nascidos em agosto é de R$ 1,4 bilhão, para 1,6 milhão de beneficiários