Economia

FMI projeta que Brasil terá superávit primário em 2022

Na última previsão, datada de outubro, o FMI estimava que as contas do país chegariam ao superávit em 2021. [Leia mais...]

[FMI projeta que Brasil terá superávit primário em 2022 ]
Foto : Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Por Marina Hortélio no dia 18 de Abril de 2018 ⋅ 16:41

O Fundo Monetário Internacional piorou a estimativa da economia brasileira. Segundo o relatório "Fiscal Monitor" divulgado hoje (18), o FMI projeta que o Brasil só deve alcançar um superávit primário, ou seja, ter uma receita maior que a despesa para, assim, poder pagar os juros da dívida pública, em 2022.

Na última previsão, datada de outubro, o FMI estimava que as contas do país chegariam ao superávit em 2021. Para este ano, a entidade projeta um primário de 2,3% do PIB. Em meio à dificuldade de melhora das contas públicas, o governo propôs, na semana passada, manter o rombo de R$ 139 bilhões nas contas públicas em 2019. De acordo com a equipe econômica, o resultado negativo deve se manter até 2021.

Sobre a dívida bruta, o FMI prevê que o montante deve saltar de 84% no ano passado, para 87,3% do PIB de 2018. Em 2019, a estimativa é de que o endividamento deve ultrapassar os 90% do Produto Interno Bruto. Apesar de os números se manterem altos, a projeção do desempenho do endividamento teve uma pequena melhora ante a de outubro.

Notícias relacionadas

[Comércio varejista cresce 1% em julho, diz IBGE]
Economia

Comércio varejista cresce 1% em julho, diz IBGE

Por Juliana Rodrigues no dia 11 de Setembro de 2019 ⋅ 13:20 em Economia

Segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), sete das oito atividades pesquisadas tiveram alta nas vendas