Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Editorial

MK comenta eleição na Câmara e acordos do governo com o Centrão: 'Mesma política de sempre'; ouça

"O general Augusto Heleno nunca mais apareceu, tá sumido! Lembra que ele cantou aquela música 'se gritar pega Centrão, não fica um, meu irmão'?", questionou

[MK comenta eleição na Câmara e acordos do governo com o Centrão: 'Mesma política de sempre'; ouça]
Foto : Matheus Simoni / Metropress

Por Metro1 no dia 01 de Fevereiro de 2021 ⋅ 08:50

Em comentário na Rádio Metrópole, na manhã de hoje (1º), Mário Kertész falou sobre as eleições para a presidência da Câmara, marcadas para esta noite, e a expectativa de vitória do candidato Arthur Lira (PP-AL), apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro. MK mencionou os acordos que o Planalto passou a fazer com o chamado Centrão para ter governabilidade, ainda que Bolsonaro tenha sido eleito com a promessa de fazer uma "nova política".

"Aparentemente, tudo indica, eu acredito que isso vá acontecer, os candidatos apoiados pelo presidente Bolsonaro serão eleitos na Câmara e no Senado e ele vai ter o poder dele aumentado bastante, de um lado. Do outro lado, vai mostrar que o nosso Congresso Nacional funciona muito na base do toma lá dá cá. Muita gente, acho que acreditou, não tinha porque não acreditar no que o presidente Bolsonaro dizia durante a campanha, de que iria fazer uma política nova. O general Augusto Heleno nunca mais apareceu, tá sumido! Lembra que ele cantou aquela música 'se gritar pega Centrão, não fica um, meu irmão', chamando todos eles de ladrões? Hoje são melhores amigos. Mas a gente conhece isso, sabe, não é o primeiro a fazer isso. Isso aí é a reedição da mesma política de sempre", disse.

Ouça o comentário completo:

Notícias relacionadas