Editorial

MK comenta investigação contra Nilo e depoimento de Lula a Moro; ouça

Mário Kertész dedicou os primeiros minutos do Bom Dia com MK, na Rádio Metrópole, no início da manhã desta quinta-feira (14), aos assuntos que ganharam destaque no estado e no país. [Leia mais...]

[MK comenta investigação contra Nilo e depoimento de Lula a Moro; ouça ]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento no dia 14 de Setembro de 2017 ⋅ 10:21

Mário Kertész dedicou os primeiros minutos do Bom Dia com MK, na Rádio Metrópole, no início da manhã desta quinta-feira (14), aos assuntos que ganharam destaque no estado e no país. Entre eles, a operação do Ministério Público Eleitoral (MPE) e Polícia Federal (PF) que investiga se o ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo (PSL), forneceu informações falsas à Justiça Eleitoral.

"Não deve ser nada agradável ser visitado cedo pela Polícia Federal. Não levou ele, não há motivo para isso, mas começou a criar uma série de dúvidas e indicar problemas na Babesp. Ontem assisti a um vídeo que fala dessa empresa e a ligação dela com a Assembleia quando Nilo era presidente. Todo mundo conhece como "Datanilo". Como eu batalhei muito contra a reeleição de Nilo — e ficou parecendo uma coisa de ordem pessoal, que não é, meu combate foi político baseado no desejo de renovação —, me sinto suspeito para ficar puxando muito esse assunto, porque fica parecendo que eu quero massacrar, de jeito nenhum!", declarou.

Outro tema abordado foi o depoimento do ex-presidente Lula (PT) ao juiz da Operação Lava Jato, Sergio Moro, em Curitiba, no Paraná, que terminou em bate-boca. "Lula não respondeu algumas perguntas, em outras ele respondeu da maneira que achou que devia e baixou o sarrafo em Antonio Palocci, voltando a dizer que é inocente", disse.

Ouça o comentário na íntegra:

Notícias relacionadas