Editorial

Bolsonaro quer impor 'catecismo' moral e pouco se preocupa com problemas do povo, diz MK; ouça

Repercussão internacional da publicação de um vídeo obsceno e escatológico por parte do presidente foi o tema do comentário de hoje (7)

[Bolsonaro quer impor 'catecismo' moral e pouco se preocupa com problemas do povo, diz MK; ouça]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Metro1 no dia 07 de Março de 2019 ⋅ 10:28

A repercussão internacional da publicação de um vídeo obsceno e escatológico por parte do presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais foi o tema do comentário de Mário Kertész hoje (7), na Rádio Metrópole. Na visão de MK, além de ser "extremamente negativo" para o turista que pensa em conhecer o Carnaval do Brasil, o impacto da postagem pode levar ao afastamento de eventuais investidores.

"Agora, eu pergunto: em um país como o nosso, que tem um ministro da Economia que diz que o fundamental é recuperar a confiança internacional e os investidores, com declarações e com preocupações desta natureza que o presidente e alguns dos seus ministros, como o da Educação e de Relações Exteriores, têm colocado publicamente, será que os investidores pensarão e dirão 'não, o Brasil é um país seguro, que está sendo bem conduzido, que está preocupado com as verdadeiras reformas', ou está preocupado em preservar, entre aspas, a família, os bons costumes? (...) A maioria do povo brasileiro certamente não reza por esse catecismo que estão querendo nos impor", analisou.

Kertész ainda frisou que torce para que o governo dê certo, mas não se calará diante de "absurdos que vêm acontecendo em tão pouco tempo de governo". "O que a gente vê é que o presidente e seus familiares estão acirrando o ódio, a divisão, querendo impor medidas de ordem moral, e pouco preocupados com medidas que podem realmente beneficiar o povo, com emprego, com segurança, com justiça e com um governo competente", disse.

No comentário, MK ainda citou o sucesso do carnaval de Salvador e a vitória da escola de samba Estação Primeira de Mangueira no carnaval do Rio de Janeiro.

Ouça:

Notícias relacionadas