Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Justiça

Faroeste: após decisão do STJ, desembargadora tem prisão temporária convertida em domiciliar

Decisão se deve ao fato de que Lígia Ramos realizou um procedimento cirúrgico nos últimos dias e ainda está em fase de recuperação

[Faroeste: após decisão do STJ, desembargadora tem prisão temporária convertida em domiciliar]
Foto : Ascom / AL-BA

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Dezembro de 2020 ⋅ 09:07

A prisão temporária da desembargadora Lígia Ramos foi convertida em domiciliar após decisão do ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Ela havia sido detida nesta segunda-feira (14), em nova fase da Operação Faroeste, após pedido feito pelo Ministério Público Federal.

Segundo a decisão, a conversão do regime acontece porque a magistrada realizou um procedimento cirúrgico nos últimos dias e ainda está em fase de recuperação.

Na denúncia apresentada ao STJ, a procuradora da República Lindôra Araújo afirmou que Lígia Ramos tentou destruir provas. De acordo com o documento, que serviu de base para o ministro Og Fernandes pedir a prisão temporária, a desembargadora adotou, ao longo do ano, "comportamentos ostensivos de destruição de evidências que possam incriminá-la, chegando até mesmo a intimidar seus próprios servidores". O MPF argumenta que a liberdade dela ameaçaria as investigações, já que a desembargadora tem apagado rastros.

A desembargadora Ilona Márcia Reis também foi alvo de um mandado de prisão nas duas novas fases da Operação Faroeste, deflagradas nesta segunda-feira.

Leia mais:

Operação Faroeste: STJ determina prisão de duas desembargadoras do TJ-BA

Faroeste: Maurício Barbosa é alvo de operação da PF

Operação Faroeste: Ediene Lousado é afastada de cargo após decisão do STJ

Faroeste: governo diz que irá cumprir decisão do STJ; OAB quer cópia dos autos para acompanhar processo

Operação Faroeste: Maurício Barbosa nega participação em esquema criminoso

Após prisão de desembargadoras, TJ-BA manifesta apoio à Operação Faroeste

Operação Faroeste: Cantora Amanda Santiago é suspeita de operar esquema milionário para mãe

Subsecretário assume Secretaria de Segurança após exoneração de Maurício Barbosa

Faroeste: Em mensagem, ex-chefe do MP-BA pergunta a joalheiro Carlos Rodeiro sobre 'aquela transferência'

Notícias relacionadas