Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Quinta-feira, 18 de julho de 2024

Home

/

Notícias

/

Metropolítica

/

Irmão de Elmar, prefeito de Campo Formoso firmou contrato milionário com empresa ligada a parente

Metropolítica

Por Jairo Costa Júnior

Notícias exclusivas sobre política e os bastidores do poder

Irmão de Elmar, prefeito de Campo Formoso firmou contrato milionário com empresa ligada a parente

Esposa do primo de Elmo Nascimento, candidato à reeleição, abocanhou R$ 6,23 milhões em aluguel de estruturas para eventos da prefeitura este ano

Irmão de Elmar, prefeito de Campo Formoso firmou contrato milionário com empresa ligada a parente

Foto: Reprodução

Por: Jairo Costa Jr. no dia 10 de julho de 2024 às 09:42

Atualizado: no dia 10 de julho de 2024 às 09:51

Irmão do deputado federal Elmar Nascimento (União Brasil), prefeito de Campo Formoso e pré-candidato à reeleição na cidade do norte baiano, Elmo Nascimento contratou duas empresas por R$10,9 milhões para prestar, em pleno ano da sucessão municipal, serviços de locação de estruturas móveis para feiras e eventos. Até aí, nada demais. O problema é que uma das vencedoras do pregão eletrônico homologado em janeiro deste ano está ligada à família dos irmãos Nascimento e foi beneficiada com o maior montante do bolo milionário. 

Laços de família
De acordo com informações divulgadas no Diário Oficial do Município, a MC Maia Serviços e Produções Artísticas abocanhou cinco dos nove lotes licitados pela prefeitura de Campo Formoso, ao custo total de R$ 6,23 milhões. No cadastro de pessoa jurídica da Receita Federal, aparece como única dona da empresa Maiara Costa Maia, esposa de Marcelo Nascimento, que vem a ser primo do prefeito e do deputado federal. Embora não contrarie, em tese, dispositivos da Lei de Licitações, a oposição acusa Elmo Nascimento de favorecer familiares com o negócio milionário.

Boca no trombone
"Uma das empresas (vencedoras do pregão) tem ligação de parentesco (com o prefeito), o que se configura como favorecimento. Temos uma prefeitura que não obedece leis, apostando na impunidade. Apesar das nossas denúncias, ninguém toma providências", disparou o líder da oposição na Câmara de Vereadores de Campo Formoso, João Pedro (PT). O petista antecipou à coluna que levará o caso ao conhecimento do Ministério Público da Bahia (MP) e pedirá que o órgão investigue eventuais irregularidades na contratação da MC Maia em ano eleitoral.

Marcação cerrada
Recentemente, pelo menos dois jornais de grande circulação enviaram repórteres investigativos a Campo Formoso, com a missão de destrinchar denúncias contra Elmo e, sobretudo, Elmar Nascimento. Segundo apurou a Metropolítica, os alvos principais são as ações da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) na região. Conforme noticiado pela coluna quinta-feira passada (04), 115 das 135 cidades sob cerco do MP por suposto uso político da Codevasf no período pré-eleitoral são redutos de deputados baianos do União Brasil e PP. Desde que virou favorito na corrida pela presidência da Câmara, Elmar virou vidraça e, de quebra, arrastou o irmão para ser apedrejado com ele.

Grito de Axé 
O que tem a ver a construção de outro megaempreendimento de luxo da Moura Dubeux na orla de Ondina e os adeptos do candomblé? Aparentemente nada, mas não é bem assim. É que a concessão de licença para a empreiteira pernambucana demolir parte do antigo Othon Palace e erguer no local um complexo residencial, turístico e comercial de alto padrão, confirmada ao Metro 1 pela prefeitura na terça-feira (09), ligou o alerta vermelho nos terreiros da capital, diante do receio de que o projeto provoque danos a um espaço sagrado para o povo de santo. Trata-se da Gruta de Obaluaê, situada nos fundos do hotel e usada há décadas para rituais em celebração ao orixá da cura e demais divindades de religiões de matriz africana.

Frente de resistência
"Solicitamos o tombamento municipal da gruta. O processo está em tramitação na Fundação Gregório de Mattos (FGM), e agora estamos correndo (para cumprir as exigências necessárias), já que a construção do complexo poderá trazer sérios problemas (para preservar o espaço)", disse Leonel Monteiro, presidente da Associação Brasileira de Preservação da Cultura Afro Ameríndia (AFA), entidade que entrou com o requerimento na FGM para que o santuário seja tombado pela lei de proteção ao patrimônio cultural, histórico e natural do município. O que, aposta, pode evitar danos à Gruta de Obaluaê.

O candomblé adverte!
Pelo sim, pelo não, moradores de Ondina contrários aos planos da Moura Dubeux e devotos do candomblé recorreram ao misticismo e ao sobrenatural para tentar azedar o projeto. O argumento é de que empreendimentos erguidos em locais de culto aos orixás são fadados ao azar e costumam desandar de forma inexplicável. Ainda mais quando se trata de um espaço sagrado com forte carga simbólica. Isso porque em 30 de janeiro de 1978, o arcebispo de Salvador à época, dom Avelar Brandão Vilela, autorizou a colocação de uma imagem de São Lázaro e uma cruz na então Gruta dos Milagres, em cerimônia ecumênica entre católicos e povo de santo, imortalizada em textos e fotos pela imprensa baiana.

Onde está Wally?
Personagem central da nova fase da Operação Patronos, desdobramento da Faroeste deflagrada na manhã de terça-feira pela Polícia Federal (PF), o advogado Rui Barata Filho, suspeito de operar propinas para a mãe, a desembargadora afastada Lígia Maria Ramos Cunha, não foi achado em nenhum dos endereços que sofreram busca e apreensão. Acessadas por investigadores da Faroeste, imagens das câmeras de segurança do condomínio onde mora o também ex-juiz do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE), no Horto Florestal, mostram que Barata Filho saiu de casa no fim da tarde de segunda (08), véspera da visita dos agentes da PF.  Ao deixar a residência, o advogado trajava apenas bermuda e sandália, não carregava qualquer bagagem e conversava tranquilamente pelo celular, sem demonstrar sinais de temor. 

Nem fede e nem cheira
No entanto, até a noite de terça a PF ainda não havia descoberto o paradeiro do advogado, acusado de integrar o esquema de venda de sentenças no Judiciário baiano. Para membros da força-tarefa da operação, a ausência não trouxe prejuízos à ofensiva, antecipada no último dia 3 pela Metropolítica. Mesmo com o pedido de prisão contra ele negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), informação também revelada pela coluna, a PF já reuniu provas suficientes para condená-lo. Em compasso simultâneo, fontes com livre acesso à investigação garantem que outras etapas da Faroeste estão engatilhadas para um futuro muito breve.

Bomba-relógio
Projeções feitas por técnicos da Secretaria da Fazenda de Salvador e do Tesouro Municipal levaram preocupação ao núcleo-duro do Palácio Thomé de Souza. O motivo está na série de equipamentos de alto custo tocados pelo prefeito Bruno Reis (União Brasil), como parte da estratégia para assegurar a reeleição em outubro. Em especial, na área de saúde, a exemplo dos hospitais do Homem, inaugurado sexta-feira passada (05) na Cidade Baixa, e da Criança, maternidade que está sendo finalizada no antigo Hospital Salvador, em frente ao Campo Santo, cuja entrega foi estimada para o fim do ano. Traduzindo: avaliam que a prefeitura dificilmente terá recursos próprios para bancar as duas unidades em pleno funcionamento. Para ficar ainda mais claro, acham que o prefeito decidiu colocar elefantes na sala de cristal, mas não pensou no que fazer para impedir que os bichos quebrem tudo em volta.