Mundo

Rússia expulsa 58 diplomatas e 2 funcionários americanos

Em meio ao conflito diplomático criado pelo envenenamento do ex-espião russo na Inglaterra, a Rússia expulsou 58 diplomatas e dois funcionários americanos, além de fechar o consulado dos Estados Unidos em São Petersburgo. [Leia mais...]

[Rússia expulsa 58 diplomatas e 2 funcionários americanos]
Foto : Divulgação/MFA Rússia

Por Marina Hortélio no dia 29 de Março de 2018 ⋅ 20:01

Em meio ao conflito diplomático criado pelo envenenamento do ex-espião russo na Inglaterra, a Rússia expulsou 58 diplomatas e dois funcionários americanos do território, além de fechar o consulado dos Estados Unidos em São Petersburgo. As informações são das agências EFE e France Presse.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia informou, via comunicado oficial, que os americanos devem sair do país até o dia 5 de abril.

A ação é uma resposta a expulsão de 60 russos – entre diplomatas e funcionários do governo – do território americano anunciado na última segunda-feira (26). Os EUA também fecharam o consulado russo em Seatle. Segundo a Associated Press, o governo americano afirma que os russos eram espiões trabalhando nos EUA sob uma capa diplomática.

Além dos Estados Unidos, a Austrália, Canadá, Ucrânia, Noruega, Albânia e 16 países da União Europeia também tomaram medidas contra a Rússia. A Inglaterra já havia expulsado, no dia 14 de março, 23 diplomatas russos do seu território. Como resposta, Moscou expulsou o mesmo número de diplomatas britânicos e suspendeu as atividades do British Council.

Notícias relacionadas