Sábado, 31 de julho de 2021

Mundo

Acusado por ataque em sinagoga nos EUA diz ser inocente

O atentado contra a sinagoga Tree of Life aconteceu na manhã do último sábado (27)

Acusado por ataque em sinagoga nos EUA diz ser inocente

Foto: Brendan Smialowski/AFP/Getty Images

Por: Marina Hortélio no dia 01 de novembro de 2018 às 17:20

O suspeito de matar 11 pessoas em um ataque a tiros a uma sinagoga em Pittsburgh, Pensilvânia, declarou hoje (1º) ser inocente das 44 acusações federais nas quais foi indiciado. O homem ainda pediu para ser submetido a um julgamento com jurados.

O atentado contra a sinagoga Tree of Life aconteceu na manhã do último sábado (27), Robert Bowers, 46 anos, teria entrado atirado no local enquanto gritava que queria “matar judeus”. 

Além dos 11 mortos, ficaram feridos dois membros da congregação, assim como quatro policiais, baleados na troca de tiros que se seguiu.

Algumas das acusações podem resultar em pena de morte, se ele for condenado. O ato é tratado como crime de ódio.

Acusado por ataque em sinagoga nos EUA diz ser inocente - Metro 1