Política

Em denúncia ao STF, PGR aponta Lula como \"chefe de organização criminosa\"

A Procuradoria-Geral da República (PGR) finalizou nesta terça-feira (5) denúncia que acusa integrantes do Partido dos Trabalhadores (PT) de cometer crime de organização criminosa. Em ação ajuizada no Supremo Tribunal Federal (STF), o Ministério Público Federal (MPF) aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva era líder de uma organização criminosa. [Leia mais...]

[Em denúncia ao STF, PGR aponta Lula como \
Foto : Valter Campanato/ Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 05 de Setembro de 2017 ⋅ 19:59

A Procuradoria-Geral da República (PGR) finalizou nesta terça-feira (5) denúncia que acusa integrantes do Partido dos Trabalhadores (PT) de cometer crime de organização criminosa. Em ação ajuizada no Supremo Tribunal Federal (STF), o Ministério Público Federal (MPF) aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva era líder de uma organização criminosa.

Embora o petista não goze de foro privilegiado, a PGR apresentou a denúncia porque políticos estão entre os citados. Além dele, a PGR denunciou a ex-presidente Dilma Rousseff, os ex-ministros Antonio Palocci, Guido Mantega, Edinho Silva e Paulo Bernardo, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e a senadora e presidente do PT, Gleisi Hoffmann.

A denúncia, no âmbito da Operação Lava Jato, foi oferecida dentro de inquérito que apura se o PT formou uma organização criminosa para desviar dinheiro da Petrobras. Cabe agora ao ministro do STF Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato na Suprema Corte, notificar os acusados a apresentar resposta e levar o caso à Segunda Turma, que decidirá se eles viram ou não réus pelo crime.

Notícias relacionadas

[Lava Jato: 64ª fase mira André Esteves]
Política

Lava Jato: 64ª fase mira André Esteves

Por Alexandre Galvão no dia 23 de Agosto de 2019 ⋅ 08:32 em Política

Um dos alvos seria o banqueiro e dono do BTG, André Esteves. A casa e a sede do banco de Esteves são alvos de busca e apreensão