Quinta-feira, 24 de junho de 2021

Política

"Estão tentando vender o Brasil para salvar Temer", avalia Otto

O senador Otto Alencar foi entrevistado no Jornal da Cidade 2ª Edição desta terça-feira (17), na Rádio Metrópole e comentou sobre a segunda denúncia oferecida pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra o presidente da República Michel Temer de obstrução de justiça e organização criminosa. [Leia mais...]

"Estão tentando vender o Brasil para salvar Temer", avalia Otto

Foto: Agência Brasil

Por: Paloma Morais e Matheus Simoni no dia 17 de outubro de 2017 às 17:37

O senador Otto Alencar foi entrevistado no Jornal da Cidade 2ª Edição desta terça-feira (17), na Rádio Metrópole, e comentou sobre a segunda denúncia oferecida pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra o presidente da República Michel Temer de obstrução de justiça e organização criminosa. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara avalia nesta tarde o parecer feito pelo relator do caso, o deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que é contra ao prosseguimento da investigação. De acordo com Otto, na Câmara "estão vendendo medidas para tentar salvar o Temer". " Ele é o chefe de tudo isso. Estão tentando vender o Brasil para salvar o Temer", avaliou.

Segundo Otto, cada dia que passa, fica mais claro que tudo foi "uma conspiração para tirar a Dilma do poder". Ele alegou ainda que o deputado Eduardo Cunha é o responsável por colocar o poder nas maõs de Temer, o qual ele defende ser o "chefe da quadrilha". 

"Quem colocou Temer na presidência foi o Eduardo Cunha, um bandido provecto e que está preso. Todo mundo sabia que ele fazia isso, não há duvida. Temer só é presidente por causa disso. A maioria dos assessores de Temer estão presos ou com tornozeleiras. O Janot chama o Temer de chefe de quadrilha, algo que não tenho a menor dúvida", afirmou.

"Estão tentando vender o Brasil para salvar Temer", avalia Otto - Metro 1