Política

Planalto diz que Temer foi levado a hospital com "obstrução urológica"

Por meio de nota oficial, o Palácio do Planalto afirmou que o presidente Michel Temer (PMDB) teve uma "obstrução urológica" — motivo de sua internação no Centro Cirúrgico do Hospital do Exército, em Brasília. De acordo com o comunicado, Temer "teve um desconforto na manhã de hoje [quarta (24)] e foi consultado no próprio departamento médico do palácio. O médico de plantão, então, detectou a obstrução e recomendou que o peemedebista fosse levado ao hospital para tratamento. [Leia mais...]

[Planalto diz que Temer foi levado a hospital com
Foto : Beto Barata/PR (Ilustrativa)

Por Felipe Paranhos no dia 25 de Outubro de 2017 ⋅ 14:20

Por meio de nota oficial, o Palácio do Planalto afirmou que o presidente Michel Temer (PMDB) teve uma "obstrução urológica" — motivo de sua internação no Centro Cirúrgico do Hospital do Exército, em Brasília. De acordo com o comunicado, Temer "teve um desconforto na manhã de hoje [quarta (24)] e foi consultado no próprio departamento médico do palácio. O médico de plantão, então, detectou a obstrução e recomendou que o peemedebista fosse levado ao hospital para tratamento.

De acordo com a repórter Andreia Sadi, da GloboNews, um pronunciamento do porta-voz da presidência, Alexandre Parola, que havia sido marcado, foi cancelado.

Leia a nota na íntegra:

"O presidente Michel Temer teve um desconforto no fim da manhã de hoje e foi consultado no próprio departamento médico do Palácio do Planalto. O médico de plantão constatou uma obstrução urológica e recomendou que fosse avaliado no Hospital do Exército, onde se encontra para realização de exame e devido tratamento.
Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República."

Leia mais:
>> Presidente Michel Temer passa mal e é internado em Centro Cirúrgico

Notícias relacionadas