Política

\"Se o Brasil errar o ano que vem, estamos lascados\", diz Neto sobre eleições presidenciais

Ainda falando sobre o cenário político e as eleições de 2018, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), avaliou uma possível candidatura de Lula para a presidência da República. [Leia mais...]

[\
Foto : Agência Brasil

Por Matheus Morais no dia 27 de Outubro de 2017 ⋅ 12:10

Ainda falando sobre o cenário político e as eleições de 2018, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), avaliou uma possível candidatura de Lula para a presidência da República. Para o democrata, o petista deixou de ser imbatível. \"Hoje ele é mortal. Mesmo que ele seja candidato, vai passar uma campanha tentando justificar os erros dele. Hoje, ele deixou de ser quase imbatível. o PT passou por uma série de desgastes, hoje o Brasil conhece o PT. Tem gente séria lá, mas o PT foi responsável por essa crise montada no Brasil hoje. A elevação dos juros, o desemprego, tudo isso. Acabou aquela coisa que o 13 é a coqueluche\", analisou em entrevista a Mário Kertész, na manhã desta sexta-feira (27). 

De acordo com Neto, as eleições do ano que vem serão mais focadas nas questões locais. \"O cenário nacional está incerto, mesmo com a candidatura de Lula. Lula sai com menos de 30% dos votos. Acho que a eleição da Bahia será decidida na Bahia, com pouquíssima influência nacional\", afirmou.

Sobre o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) concorrer ao Palácio do Planalto, o prefeito foi direto: \"Eu confio muito no bom senso dos brasileiros. Eu convivi com o Bolsonaro na Câmara dos Deputados. Quando ele abrir a boca e mostrar suas ideias, o povo não vai confiar nele. A construção será feita através da política. Com o tempo e a proximidade da eleição vão aparecer candidaturas viáveis. Se o Brasil errar o ano que vem, nós estamos lascados. Não acredito em messiânicos nem em salvadores da pátria\", disse.

Notícias relacionadas