Política

\"Estou pagando até a parte federal\", diz Rui Costa sobre Metrô de Salvador

A eleição para o Governo do Estado só acontece no próximo ano, mas enquanto o pleito não chega, discussões sobre a paternidade do metrô de Salvador, por exemplo, voltam a acontecer. Na manhã desta segunda-feira (6), o governador Rui Costa (PT) minimizou as participações do Governo Federal e da Prefeitura. [Leia mais...]

[\
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento e Matheus Morais no dia 06 de Novembro de 2017 ⋅ 09:01

A eleição para o Governo do Estado só acontece no próximo ano, mas enquanto o pleito não chega, discussões sobre a paternidade do metrô de Salvador, por exemplo, voltam a acontecer. Na manhã desta segunda-feira (6), o governador Rui Costa (PT) minimizou as participações do Governo Federal e da Prefeitura. \"A maior parte do dinheiro [investido] não é do Governo Federal. É empréstimo ou investimento privado que o Estado vai ter que pagar. Mais de dois terços do metrô são do Governo da Bahia. Quem está pagando todo mês o metrô e o funcionamento é o Governo da Bahia. Estou pagando até a parte federal\", disse em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole.

\"Esse pessoal que vier aqui falar, pergunte quem está pagando a parte federal. Uma parte do dinheiro foi do Governo Federal, fundo perdido, outra parte do Governo da Bahia e outra parte do privado que tomou dinheiro emprestado. Na semana passada, eu paguei R$ 100 milhões só de investimento do viaduto do metrô. Esses viadutos ajudaram no trânsito de Salvador, que nunca teve tanto investimento nesse período\", acrescentou.

Rui aproveitou para destacar as ações da sua gestão na capital baiana. \"Via Expressa, avenidas Gal Costa, Orlando Gomes, Pinto de Aguiar, Via Barradão, 29 de Março, tudo foi o Governo do Estado. Quero conhecer as grandes obras que fizeram sem ter o Governo da Bahia. Me apontem\", concluiu.

Notícias relacionadas