Política

Governo diz que comandante do Exército mantém ʹcoerência e equilíbrioʹ

O governo, através do Ministério da Defesa, se manifestou após a mensagem divulgada pelo comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, na noite de ontem (3), nas redes sociais. Pelo Twitter, sem citar o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Supremo Tribunal Federal (STF), o militar escreveu que o Exército “julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição, à paz social e à Democracia, bem como se mantém atento às suas missões institucionais”. [Leia mais...]

[Governo diz que comandante do Exército mantém ʹcoerência e equilíbrioʹ]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 04 de Abril de 2018 ⋅ 08:15

O governo, por meio do Ministério da Defesa, se manifestou após a mensagem divulgada pelo comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, na noite de ontem (3), nas redes sociais. Pelo Twitter, sem citar o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Supremo Tribunal Federal (STF), o militar escreveu que o Exército “julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição, à paz social e à Democracia, bem como se mantém atento às suas missões institucionais”.

De acordo com o Ministério da Defesa, Villas Bôas mantém “a coerência e o equilíbrio demonstrados em toda sua gestão, reafirmando o compromisso da Força Terrestre com os preceitos constitucionais, sem jamais esquecer a origem de seus quadros que é o povo brasileiro.” O texto também afirma que Villas Bôas “manifesta sua preocupação com os valores e com o legado que queremos deixar para as futuras gerações”, em “uma mensagem de confiança e estímulo à concórdia”.

Notícias relacionadas