Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Neto defende ‘Lei Tiago Correia’: ‘Iniciativa legal e constitucional’

A matéria, segundo fontes do Metro1, tem digitais do Palácio Thomé de Souza

[Neto defende ‘Lei Tiago Correia’: ‘Iniciativa legal e constitucional’]
Foto : Valter Pontes / SECOM

Por Alexandre Galvão / Rodrigo Daniel Silva no dia 24 de Outubro de 2018 ⋅ 10:46

Prefeito da cidade de Salvador, ACM Neto (DEM) defendeu a “lei Tiago Correia”, aprovada esta semana pela Câmara Municipal de Salvador (CMS). A alteração na Lei Orgânica do Município permitirá que o vereador Tiago Correia (PSDB) assuma o posto de deputado estadual, na vaga que deve ser aberta por Leo Prates (DEM), sem renunciar ao posto de vereador. 

“Foi uma iniciativa da Câmara como tinha que ser. Foi uma iniciativa absolutamente legal e constitucional. Já existe em outras Câmaras do Brasil [que fazem o mesmo]. Se o vereador pode se licenciar para ser secretário e presidente de empresa pública, [...] então eu acho natural que essa possibilidade exista. Isso não significa dizer que A, B ou C vai assumir a Assembleia Legislativa. Não tomei nenhuma decisão ainda. Tudo isso não passa de especulação. Ninguém conversou nada comigo. Esse assunto não foi tratado”, afirmou, em coletiva.

A matéria, segundo fontes do Metro1, tem digitais do Palácio Thomé de Souza. O objetivo é sanar uma promessa de Neto com Correia, que já tentou emplacar o tucano na presidência da Casa, na AL-BA e falhou.

Notícias relacionadas

[Se Deus quiser vou continuar meu mandato, diz Bolsonaro]
Política

Se Deus quiser vou continuar meu mandato, diz Bolsonaro

Por Juliana Rodrigues no dia 21 de Janeiro de 2021 ⋅ 10:05 em Política

Em conversa com apoiadores, presidente ainda responsabilizou governo do Amazonas e prefeitura de Manaus pelo caos na saúde da capital: "Todo mundo me culpa. Tudo sou eu"