Política

Apesar de mudança na LOM, Tiago Correia não aceita ser ‘deputado-tampão’

Correia, no entanto, afirmou que só assume o mandato se for de forma definitiva

[Apesar de mudança na LOM, Tiago Correia não aceita ser ‘deputado-tampão’]
Foto : Divulgação

Por Alexandre Galvão no dia 31 de Outubro de 2018 ⋅ 18:36

Vereador de Salvador e primeiro suplente na Assembleia Legislativa da Bahia, Tiago Correia (PSDB) deve permanecer na Câmara, mesmo após a aprovação da lei que foi batizada com seu nome. A mudança na Lei Orgânica do Município permite que um vereador assuma o posto de deputado estadual, federal, senador e suplente sem perder o posto. 

“Tivemos uma conversa com o prefeito, conversamos sobre o momento político e mostrei preocupação com as bases. Não seria interessante para mim assumir, não conseguir desenvolver um trabalho e depois voltar para a Câmara”, afirmou, ao Metro1

De acordo com informações de bastidores, a Lei Tiago Correia seria uma maneira do prefeito ACM Neto (DEM) dar posse ao tucano, uma vez que ele havia prometido uma ajuda para que Correia chegasse à AL-BA. 

Correia, no entanto, afirmou que só assume o mandato se for de forma definitiva. “Hoje eu não assumiria, por ter mandato de vereador vigente, caso eu assumisse, seria um ‘deputado-tampão’, por um tempo pequeno”, apontou. 
 

Notícias relacionadas