Política

Rui diz que espera 'bom senso' para fim da greve em universidades estaduais

Ele destacou que o governo teria feito um "esforço adicional" na liberação de R$ 36 milhões para as UE's

[Rui diz que espera 'bom senso' para fim da greve em universidades estaduais]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Juliana Almirante no dia 12 de Abril de 2019 ⋅ 09:14

O governador Rui Costa (PT) afirmou, em entrevista à Rádio Metrópole, nesta sexta-feira (12), que espera "bom senso" para o fim da greve nas universidades estaduais, iniciada na terça-feira  (9). 

Ele destacou que o governo teria feito um "esforço adicional" na liberação de R$ 36 milhões para as UE's. A medida acabou sendo criticada pela categoria, que afirmou que o investimento já era previsto. 

"Eu espero que haja bom senso e que as aulas voltem o mais rápido possível. Como disse antes, só farei o que for possível fazer. Não sairei da minha responsabilidade com as contas públicas", afirmou. 

O governador disse ainda ter orgulho que a Bahia está entre os três estados brasileiros que mais investem em educação superior. O ranking ainda inclui São Paulo e Paraná. 

Segundo Rui, a Bahia tem cerca de R$ 1 bilhão e 700 milhões de orçamento para ensino superior, além dos recursos com o programa Mais Futuro que dá bolsa para jovens de baixa renda em universidades. 

"Tenho orgulho de estar entre os estaods brasileiros que pagam melhor ao professor. Mesmo considerando as federais", declarou o governador, que lamentou que o estado seja o 20º em arredação per capita do país.  

Rui diz ainda que foi feito aos professores uma proposta de remanejamento do quadro de vagas que resultaria em promoções. "Essa é a proposta que nós fizemos, que é o impacto suportável", disse. 

Notícias relacionadas

[PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido]
Política

PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Outubro de 2019 ⋅ 09:00 em Política

“Precisamos salvar o Brasil dos filhos do presidente”, disse o deputado Júnior Bozzella (SP), que é um dos principais porta-vozes do presidente da sigla, Luciano Bivar