Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Após confusão, síndico vai propor expulsão de Marcell Moraes do condomínio

Deputado questionou o direito de ir vir após ser impedido de entrar no condomínio

[Após confusão, síndico vai propor expulsão de Marcell Moraes do condomínio]
Foto : Matheus Simoni / Metropress

Por Metro1 no dia 27 de Novembro de 2019 ⋅ 18:16

Síndico do condomínio onde o deputado estadual pelo PSDB baiano, Marcell Moraes, mora, Willian Marques afirmou em entrevista à Rádio Metrópole, nesta quarta-feira (27), que vai reunir os moradores para que o parlamentar seja expulso do local após confusões no local. O prédio fica no bairro de Armação, em Salvador.

“O senhor deveria tomar vergonha na cara. Eu vou convocar uma assembleia extraordinária para que seja expulso, já que o senhor não apresenta nenhum documento que comprove, nenhuma escritura de compra e venda”, disse William durante o Jornal da Cidade.O parlamentar mora há 60 dias no prédio. “Ele devia se comportar como homem público. A ordem que eu dei é que qualquer pessoa que entrasse com ele deveria ser identificada. […] Recebi ontem a informação que ele está andando com gente armada porque está com medo de morrer. Para mim as atitudes deles não são de uma pessoa comprometida com o povo. Uma pessoa que agride as pessoas não pode ser deputado”.

À reportagem, o deputado alega que fez questão de gravar a situação justamente para que não houvesse outra versão dos fatos, salvo a de que foi impedido de entrar no seu imóvel. De acordo com o parlamentar, o porteiro avisou que a ordem partiu do síndico do prédio, de que só entraria no edifício após conversar com ele. “As imagens falam por sí. Fui impedido de entrar enquanto não falasse com o síndico. A única coisa que fiz foi questionar meu direito de ir e vir”, afirmou Marcell.

Veja a entrevista completa e o vídeo enviado pelo deputado: 

Notícias relacionadas