Editorial

MK rebate acusação da Prefeitura de Lauro sobre denúncia da Metrópole; ouça

A denúncia da Metrópole contra a Prefeitura de Lauro de Freitas foi novamente comentada por Mário Kertész, na manhã desta quarta-feira (20). Moema Gramacho (PT) anulou estranhamente e sem justificativas plausíveis uma licitação do município, depois de o resultado já ter sido anunciado. [Leia mais...]

[MK rebate acusação da Prefeitura de Lauro sobre denúncia da Metrópole; ouça]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento no dia 20 de Setembro de 2017 ⋅ 10:12

A denúncia da Metrópole contra a Prefeitura de Lauro de Freitas foi novamente comentada por Mário Kertész, na manhã desta quarta-feira (20). Moema Gramacho (PT) anulou estranhamente e sem justificativas plausíveis uma licitação do município, depois de o resultado já ter sido anunciado. A medida foi tomada pela prefeita depois de a empresa PJ entrar com um recurso sobre a concorrência, que acabou vencida pela Jotagê Engenharia, e ter a solicitação negada.

MK rebateu a resposta da prefeitura, enviada na noite de terça (19), e negou que a denúncia tenha sido "maliciosa". "Hora nenhuma se falou que o objetivo era dar [a concorrência] à PJ. O que eu falei aqui e me parece estranho é a forma com que: há uma vencedora, uma outra empresa entra com um recurso contra essa vencedora, a comissão diz que não tem que levar em conta esse recurso. Mas passa 2, 3 dias e a prefeita anula a concorrência para ter outra", explicou MK.

"Ninguém falou que a prefeita acatou recurso. A prefeita anulou e não explicou porque anulou. Você Moema, anulou. Do mesmo jeito que abriu a concorrência, anulou. Não teve explicação. Sou admirador de Moema, gosto dela, mas nessa... e com essa explicação, era melhor ter ficado calado. Enrolação pura. Pensa que vai enrolar todo mundo sempre, não vai não. Fico decepcionado quando vejo uma pessoa como Moema entrar em um negócio desse", concluiu MK.

Ouça o caso:

Notícias relacionadas