Editorial

MK classifica adesão de Zé Ronaldo a Bolsonaro como ‘traição’ a ACM Neto; ouça

“Você conseguiu enganar um monte de gente por muito tempo, mas ninguém consegue enganar todo mundo o tempo todo”

[MK classifica adesão de Zé Ronaldo a Bolsonaro como ‘traição’ a ACM Neto; ouça]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Juliana Rodrigues no dia 03 de Outubro de 2018 ⋅ 08:40

A manifestação de apoio do candidato ao governo da Bahia pelo DEM, Zé Ronaldo, ao presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro (veja aqui), foi um dos assuntos comentados por Mário Kertész, na Rádio Metrópole, na manhã de hoje (3). 

Ontem, o ex-prefeito de Feira de Santana defendeu o “voto útil” no capitão da reserva já no primeiro turno e contrariou o posicionamento do prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto, que coordena a campanha de Geraldo Alckmin (PSDB).

MK expressou solidariedade a Neto e fez duras críticas à conduta do aliado no debate realizado pela TV Bahia. “José Ronaldo perdeu as estribeiras completamente. Agressivo, grosseiro, usando dados falsos em alguns momentos. Chegou ao ponto em que o governador Rui Costa pediu para ele baixar o tom da voz”, analisou. 

A declaração de apoio a Bolsonaro foi classificada por MK como uma “traição”. “José Ronaldo só é candidato porque Neto o fez candidato e o ajudou, saindo em seus fins de semana para fazer campanha para ele. […] Não passa de um candidato regional, dali não passa. […] E com aquela postura de bispo da diocese de Feira de Santana, chamando todo mundo, ‘irmãos e irmãs’, trai, sem nenhum aviso prévio, a ACM Neto”, pontuou, sem deixar de ressaltar a importância da honra na política. 

MK concluiu o comentário com uma crítica direta ao postulante do DEM ao Palácio de Ondina. “Você conseguiu enganar um monte de gente por muito tempo, mas ninguém consegue enganar todo mundo o tempo todo”, afirmou.

Ouça o comentário na íntegra:

Notícias relacionadas