Bahia

Em fase final de inquérito, delegado diz que Cátia Raulino tenta 'ganhar tempo'

Ainda de acordo com Santos, Cátia Raulino fica “calma” nos depoimentos, mesmo quando é confrontada com as provas de que não fala a verdade sobre sua formação

[Em fase final de inquérito, delegado diz que Cátia Raulino tenta 'ganhar tempo']
Foto : Brenda Viana/BNews

Por Alexandre Galvão no dia 29 de Setembro de 2020 ⋅ 15:57

Com o inquérito que apura o possível cometimento de crimes pela suposta jurista Cátia Raulino no fim, o delegado do caso, Antonio Carlos Magalhães Santos, acredita que a defesa da investigada buscar “ganhar tempo”, uma vez que a Universidade Federal do Maranhão (UFMA) já confirmou que ela não possui graduação em Direito. 

“Você chega para a pessoa [Cátia] e pergunta se ela confirma o que falou, ela diz que sim, você apresenta o ofício da faculdade dizendo que ela não tem nada, ela se reserva ao direito de falar em juízo. O que me leva a crer que ela está na estratégia de ganhar tempo. Ela pode ter tempo, mas eu não tenho”, afirmou o delegado ao Metro1

Ainda de acordo com Santos, Cátia Raulino fica “calma” nos depoimentos, mesmo quando é confrontada com as provas de que não fala a verdade sobre sua formação. “Ela fica muito calma, tranquila”, contou. 

Lembre o caso – Em agosto deste ano, o Metro1 revelou que Cátia Regina Raulino, que se apresentava como "jurista" nas redes sociais, na verdade, não tinha nem mesmo graduação em direito. Além da falta de títulos, ela é acusada de plágio por ex-alunas. 

Após as primeiras matérias, outras denúncias surgiram contra a mulher que chegou a coordenar o curso de Direito da UniRuy na capital baiana.

Saiba mais detalhes sobre o caso:

>> Após prazo dado por delegado, Cátia Raulino não apresenta diplomas
>> Advogado processa Cátia Raulino por estelionato e denuncia racismo por universidade
>> Suposta jurista também se passou por representante da Câmara Chinesa de Comércio
>> Acusada de falsa titulação, Cátia Raulino pode ter de pagar indenização a instituições e alunos
>> Cátia Raulino vai depor na quarta-feira, afirma advogado
>> Cátia Raulino não é encontrada por Polícia Civil: ‘Ela evaporou’, diz delegado do caso
>> MP pede abertura de inquérito contra suposta jurista acusada de exercício ilegal e plágio
>> Cátia Raulino: Universidades baianas que contrataram ‘professora’ se esquivam de responsabilidade
>> Acusada de plágio por alunas, suposta jurista coordenou curso e deu aula como doutora em Salvador
>> Caso Cátia Raulino: suposta jurista apresentou ‘diplomas’ a faculdade de Alagoinhas
>> Ministério Público já recebeu seis denúncias contra Cátia Raulino

Notícias relacionadas